pageYOffset: 0

FAQ

O leite tipo A precisa ser homogeneizado. A homogeneização é a “quebra” de maneira mecânica através de alta pressão dos glóbulos de gordura presentes no leite em frações menores capazes de ficarem dissolvidas no leite. Quando o leite é homogeneizado e o fervemos, a gordura está quebrada e dissolvida em pequenas frações o que impede a formação da nata.

O leite tipo A precisa ser pasteurizado e homogeneizado. A pasteurização é o processo térmico em que o leite é aquecido a 75°C por 20 segundos. O objetivo deste aquecimento é eliminar as bactérias que podem ser prejudiciais e preservar bactérias que fazem bem a saúde como os lactobacilos, que são reguladores naturais do trato gastrintestinal. Além disso, a pasteurização mantém os nutrientes originais do leite e preserva o sabor. A homogeneização é a “quebra” dos glóbulos de gordura presentes no leite em frações menores.

O leite tipo A é definido como o leite produzido e envasado na própria fazenda proveniente de um único rebanho. Neste caso a fazenda produtora do leite deve ser denominada de granja leiteira e deve possuir todos os controles zootécnicos e de sanidade do rebanho para estar apta a produzir este leite. A unidade de processamento do leite deve ser anexa à sala de ordenha e o leite não pode sofrer contato manual desde a ordenha até o envase. Existe neste sistema, controle total dos processos, com rastreabilidade completa do ciclo de produção, desde o nascimento dos animais, passando por sua alimentação, controles de saúde até a obtenção do leite com extrema higiene e qualidade. O produto resultante é um leite com alta qualidade nutricional.

Não há restrição de consumo de leite e derivados.  O leite é um alimento indicado para todas as faixas etárias a partir de um ano de idade. Por exemplo, dois copos de leite por dia (400 mL em média) atendem a 60% das necessidades de cálcio para crianças com mais de um ano de idade e 100% para adultos.

Não. O processo de pasteurização tem como objetivo garantir a eliminação de todos os agentes causadores de doenças, portanto não é necessário ferver antes de tomar. A pasteurização pode ser considerada a forma industrial de fervura do leite. Portanto, é seguro consumir leite pasteurizado sem ferver.

Kasher ou kosher significa “adequado”. Os judeus utilizam esta palavra para determinar se um alimento está apto ao consumo já que uma série de alimentos ou misturas dos mesmos não pode ser consumida. Produtos Kasher ou alimentos Kasher, são todos aqueles que obedecem à lei judaica. Algumas características podem fazer com que os alimentos não obedeçam a essa regra, como por exemplo, a mistura de carne e leite ou o uso de alimentos e derivados oriundos de animais não Kasher como o suíno.

As leis da kashrut (leis alimentares do judaísmo) tem origem na Bíblia judaica (Torá) e no Talmude (coleção de livros que dá origem ao código de leis judaicas, inclusive sobre o comportamento alimentar). São conceitos milenares definidos na Torá, a bíblia sagrada. Ou seja, os princípios são todos religiosos, porém instintivamente se tem base fundamentada em qualidade, higiene e segurança de alimentos. Por isso podemos afirmar que além das questões religiosas é possível atestar que o selo de certificação tem competência de qualidade e segurança.

BDK é uma certificadora de produtos Kasher. O BDK conta com uma equipe experiente e altamente qualificada que presta serviço de avaliação e certificação kosher para indústrias alimentícias de diversos portes e outros tipos de estabelecimentos do ramo alimentício, em todo o Brasil, trabalhando com centenas de indústrias, com milhares de produtos aprovados, os quais são divulgados através dos sites www.bdk.com.br e www.lkp.com.br. As informações sobre ingredientes, formulações e processos são avaliadas pelo rabinato do BDK, que é qualificado e tem a função de aprovar ou reprovar o produto para o consumo Kasher.

Por uma opção de posicionamento de produto. Quem define a validade é a própria indústria a partir de testes de validação e vida de prateleira. Portanto, devido ao fato da Letti ser de extrema qualidade com rastreabilidade total dos seus processos e produzido e envasado dentro do mesmo estabelecimento a qualidade da matéria prima é muito superior podendo repercutir em melhor estabilidade e vida de prateleira.

A alimentação dos animais é à base de silagem de milho o ano todo. Silagem é o produto resultante de fermentação realizada por bactérias sem a presença do oxigênio, do pé de milho picado e acondicionada em silos. Este processo de produção de silagem denomina-se ensilagem e quando feito adequadamente, seu valor nutritivo é semelhante ao da planta verde com a grande vantagem de conseguirmos conserva-la estocada e com a mesma qualidade o ano todo. Além da silagem de milho os animais recebem ração a base de grãos como soja, algodão, etc. e uma mistura de vitaminas e minerais.

A alimentação controlada, rastreada e constante (sem mudança de ingredientes da dieta) auxilia muito na qualidade do leite, mantendo os componentes como gordura e proteína estáveis em quantidade e conferindo qualidade tecnológica e sensorial aos produtos finais fabricados.

Sim. Por se tratar de produtos extremamente frescos, eles precisam estar sempre refrigerados.

Na descrição de cada produto.

Compartilhar via:

Carrinho

Entrega em 5 dias úteis

Atenção, este produto é fresco e deve ser refrigerado o mais rápido possível após a entrega.

Frete grátis acima de 50 reais

Você não tem produtos no seu carrinho